​​​​​​​​​​​​​​HOME

APELO

Teu apelo agora, eu senti de perto, de muito perto...

Não do meio do mar, do ar, da terra úmida,

Mas da cidade grande em ritmo de férias invernais.



Olho o espelho antes de sair.


Já te olhaste no espelho

Quando pensas em mim

Para ver como ajeito a franja com o balançar da cabeça

E te sorrio com as sobrancelhas ocultas?


Mas... a paixão vem antes da intuição e

Ela sempre nasce do momento de um movimento:

Uma olhada, um sorriso que parece louco para ser despido!

Uma mecha de cabelo escorregando no rosto...

Talvez um desses sorrisos tenha sido de boas-vindas,

Um convite à Sinfonia do Novo Mundo.

E foi neste instante que, apesar de tudo e todos ao redor,

Rimos juntos pela primeira vez!

Quando prestamos atenção aos lábios em movimento,

Como se não houvesse amanhã...


A vida, carrossel a girar entre altos e baixos,

Torna em algum momento ao mesmo lugar...  

Mas, no Topo do Mundo,

Se ouvíssemos Carly Simon,

O tom da nossa canção mudaria?


Olho o espelho antes de sair.